Quem sou eu?

Sou aquela que luta, que corre atrás. A que arrisca, e sempre se estabana no final. Que levanta e continua correndo, e corre com afinco. Mesmo toda ralada, toda ferida, toda esbaforida, descabelada e até desesperada, com pressa de chegar e conseguir.

E nas quedas, eu grito um palavrão, choro, revolto-me, faço drama, acho que vou morrer. E em seguida, repito tudo de novo de um modo mais criativo. Quase sempre quebrando a cara mas nunca com medo de dar a cara para bater.

Não era à toa que o meu nick, durante muito tempo no finado mIRC, era Athena.

Eu sou assim, nunca aprendo.

Athena, a Deusa da Justiça

Sempre sendo sincera e acreditando nos outros. Um dia eu acho alguém um pouquinho parecido comigo… Não é possível que todos os humanos sejam desonestos com o sentimento dos outros. Um dia, alguém falará E AGIRÁ de um modo transparente, sem jogos, sem insegurança e até sem modos. Sem medir esforços para que dê tudo certo, sem pudores para pedir desculpas quando sentir-se com o coração apertado ou para exigir explicações quando se está confuso. Sem vergonha de admitir que se é humano e que se pode errar.

Se existe alguém assim, e que queira realmente um AMOR (porque eu já tive vários namorados, mas amor amor mesmo – repetido assim – só tive um), favor me ligããããã!

Porque de diversão, já me bastam os meus joguinhos de internet… 😉

E sabe de uma coisa? Eu não sou para o bico de qualquer um não…

2 pensamentos sobre “Quem sou eu?

  1. Jazz,
    Além da dor, esse foi um dos seus post que eu mais gostei de ler, pois percebi que você, apesar de tudo, está firme… e continue assim!
    Ser sincero e acreditar nos outros é uma virtude sua, não se sinta errada ou idiota por ser assim … e fora que você tem muita vida ainda e há de encontrar alguém que te corresponda em todos os sentidos …
    E se espelhe mesmo nas deusas gregas, aliás … elas por mais que tinham paixões humanas, eram virtuosas e fortes… 😉

    “O que me resta é pouca coisa, mas se mantém firme.”

    Gustave Flaubert, Cartas Exemplares, p. 39 (Imago)

    Beijos!

  2. Que vom que vc é assim.
    Esses dias estava falando com a menina que mora comigo que não consigo me conformar com a maneira como as pessoas vêm as relações. Qual é a dificuldade em parar com joguinhos estúpidos e aquele papo de “eu vou dar o troco, eu que mando em tudo”. As pessoas precisam aprender a serem mais intensas nas coisas que fazem, isso sim. parar com esse negócio sujo de querer ser mais que o outro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s