O Trabalho no Brasil

Hoje encontrei o meu Vizinhozinho de uniforme do elevador. Ele é lindo e super sério. Deve ter uns vinte aninhos e, hoje, encarou-me com um olhar envergonhado e abaixou a cabeça.

Aqui no Brasil, há uma cultura triste de que é vergonha trabalhar desde cedo e é orgulho não trabalhar, ostentando a riqueza dos pais com carros modificados (homens) e bolsas com preço de jóias (mulheres) bancados pela mesada do pai rico.

Por causa da universidade, que me tomava um tempo descomunal, só pude trabalhar mesmo quando me formei, aos 23 anos (sustentada com uma “pensão” do pai desaparecido que custava R$300,00 mensais). E antes disso, quando não passei no vestibular de primeira vez a minha mãe falou: “trata de passar porque este é o último ano que pago cursinho pra ti. Se não passares vais ter que trabalhar para fazer o cursinho para passar nessa medicina que tu tanto teimas”. Ela queria que eu fizesse odontologia…

É claro que eu me cocei para passar e passei. Imagina, eu tinha 17 anos e não sabia fazer nada, além de informática e inglês (e eu tinha pavor de terminar sendo professora de digitação/Office ou inglês particular).

O povo brasileiro não gosta de trabalhar… Ainda mais com esses planos eleitoreiros do Lula, do tipo bolsa desemprego que acomoda com um pseudo-salário aqueles que não estão acostumados a trabalhar para ganhar dinheiro. Já perdemos duas diaristas com essa… Os maridos conseguiram emprego e elas largaram os delas, por causa da bolsa. Quanto eles estão ganhando? 600 reais. Urrú!

Sabe… enquanto o Vizinhozinho está todo envergonhado por trabalhar numa loja chiquérrima de informática que tem a melhor cafeteria da cidade, e é do lado de casa, o Mimado do prédio, que ganhou da mãe médica um Ford Fiesta Sedan é o nariz mais empinado da face da Terra.

C’est la vie brésilienne…

Bandeira do Brasil

3 pensamentos sobre “O Trabalho no Brasil

  1. Sempre achei um absurdo pensar assim, mas eu tb tive muita vergonha de trabalhar cedo. Eu achava que só valia a pena se fosse na minha área e perdi um tempo enorme que eu podia ter usado pra trabalhar com qualquer outra coisa.

    Mas não, estudar e trabalhar era um absurdo pra mim, quando na verdade eu não via que era uma forma de treinar o relacionamento interpessoal, tolerância, perder a timidez,
    ser uma pessoa independente desde cedo.

    E fazer isso não mata ninguém.
    Mas a gente demora a aprender.
    Triste o Brasil e seus brasileiros.

  2. ai…
    me senti uma mimada sustentada pelos pais! Mas… é bem isso que eu sou mesmo
    =P
    Infelizmente esta é a realidade do nosso país, tudo culpa de uma sociedade patriarcal que tivemos, né?
    Acho que o modelo dos outros países, digo na forma como lidar com as criações das crianças..é bem melhor… mas tem lá a sua desvantagens (como tudo na vida, né?) … nos outros países os jovens podem começar a trabalhar mt cedo, porém ganha infinitamente mt mais que os jovens brasileiros… além de trabalhar…muitos deles têm acesso aos estudos também… enfim… financeiramente e intelectualmente eles estão mt além de nós … mas e as inteligências afetivas? Não é a toa que nos países considerados desenvolvidos…tem lá um elevado número de suicídios…

  3. =P
    Você mesma vai se presentear?
    Que legal, no fundo mesmo… não pode existir outra pessoa mais importante no mundo que nós mesmas, né? E nada melhor do que presentear essa pessoa mais importante! 😉

    Agora, fiquei com inveja! Estou louca para ter um óculos desses…preto e rosa! Aí, que chique! Só tenho um problema… não tenho nenhum defeito na visão! Eu sempre quis usar óculos, mas nunca nenhum oftalmo diagnosticou nada de errado nos meus olhinhos! =(

    =P

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s