Sobre os dias em que virei um Saci*

Ontem, torci o pé no trabalho. Doeu pra caramba, mas eu não fiz nenhum escândalo. Demoraram para acreditar; se não fosse o edema (inchaço) feio que ficou, talvez não tivessem me levado ao hospital.

Ainda bem que dos médicos que me atenderam, (uma era uma ex-colega que havia trabalhado comigo há uns 3 anos, e outro era um velhinho muito simpático) não me fizeram perder a paciência. Não sei se ele foi simpático porque sabia que eu era médica (mamãe fez questão de espalhar). O fato é que eu DETESTO médicos, mas esses foram gente boa comigo.

Enfim, fiquei oficialmente de castigo. Com quatro dias de atestado, e recomendação do uso da bota por 15 dias (éguaaaaaaaaaaaaa).

Sem trabalhar, sem malhar… lá se foi meu projeto de emagrecimento, adiado para daqui a quinze dias.

Passei a manhã inteira logada. Nesse ínteirim, pintei mandalas, conversei com um ex meu (que voltou pra Belém há um ano e só me contou hoje porque “estava com medo da recepção”). Rs. E quase conversei com um menino paulista muito interessante que fugiu quando soube que eu estava em Belém. Ho ho ho… Guru falou que ele era prático.

“não vais mudar pra são paulo. nem ele pra belém. então…”
” nao to interessada nele, pra namorar. q coisa. vcs homens so pensam nisso”
“se a gente não pensasse a espécie humana não teria chegado até aqui. heheheheh”
“ele eh interessante. gostaria de absorver o q ele tem de interessante tb. eh bom ter pessoas interessantes pra conversar.”
“é verdade”

Depois li um texto dele, igualmente interessante, apesar de eu não concordar com tudo. Infelizmente, não haverá (tão cedo) uma chance de discutirmos sobre o assunto.

Enfim, só faltam mais três dias de castigo.
Reze por mim para que eu consiga pisar logo… 😦

Mais sobre o Saci*.
Advertisements

3 pensamentos sobre “Sobre os dias em que virei um Saci*

  1. Que azar vixe…
    Uma vez, tinha uns 15 anos eu acho, tava eu bem feliz com uma bota gigante na Festa do Pinhão, coisas daqui do Sul, da cidade onde morava. Até que lá pelas tantas, eu já meio bêbada caí bonito no meio de TODOS os caras “pegáveis” da festa. Para piorar, tive que ir embora carregada, meu pé direito virando a pata de um hipopótamo e meu pai achando que estava tudo bem, e não queria fazer nada, levar para um pronto atendimento nada. Acordei de manhã com a pata de um dinossauro, e a empregada que deu um jeito. Depois até fui no médico, mas já tinha melhorado.
    Boas melhoras aí

  2. Oi Jazz!

    Desculpa aí se estou um tanto ausente por aqui… é que arrumei um novo trampo e ele está me tomando quase todo o tempo… trabalhar e estudar o dia todo é f…

    E aí? Como que você está?

    Como assim uma médica odeia médicos?
    =P
    Pode apostar, eu ainda acho que você vai casar com um Dr.!

    Hmmm ficar 15 dias sem fazer nada! Aí que inveja!

    Melhoras querida!

    Beijos azuis!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s