Conjugando Verbos

Roubei do blog da Cin.

Eu quero: Comprar uma casinha para mim (para isso, teria que ganhar na loteria, e para tanto, teria que jogar… mas prefiro poupar) e um amor para compartilhar.
Eu tenho: uma família que me guarda, amigos que me fazem companhia e um emprego que me realiza.
Eu gostaria de ter: Mais paciência
Eu não gostaria de ter: Dívidas, um namorado que me enchesse o saco 😉
Eu acho: que um dia ainda vou/vão me achar.
Eu odeio: Que não acreditem em mim. Quem me conhece, sabe que eu não minto.
Eu sinto saudade: De tudo o que passou. Saudade sem nostalgia. Dos erros, dos acertos. Com tudo, dá para se aprender MUITO.
Eu faço: diferente e até o fim.
Eu fiz e não faria de novo: Terminei um namoro, ainda apaixonada. Arrependi-me por anos. Também não magoaria ninguém de propósito. Porque dói depois em mim.
Eu escuto: Last.fm: Melhor coisa que já inventaram na internet! Música boa e música minha.
Eu cheiro: perfumes de acordo com o meu humor.
Eu imploro: Que não tentem mudar as outras pessoas. Não adianta! É melhor mudar a si mesmo e adequar-se.
Pergunto-me: De onde vim? Para onde irei? Não sei.
Arrependo-me: De ter magoado pessoas sem ter-me dado conta.
Eu amo: Tudo o que tenho (v. acima) e o que ainda hei de conseguir.
Eu sinto dor: Quando em arrependo, quando erro e quando caio.
Eu sinto falta: De alguém para dividir TUDO.
Eu sempre: falo verdades demais. às vezes deveria ficar calada.
Eu não fico: sozinha. Deus sempre está comigo.
Eu acredito: em tudo.

Belle dançando de olhos fechados

Eu danço: como se ninguém estivesse olhando. E de olhos fechados. Às vezes levanto um dedo para cima também, sacudindo a cabeça para os lados, jogando o cabelo – típico!

Eu canto: A toda hora, mesmo calada. Às vezes gravo!

Eu choro: Com tudo. com o telejornal, com sorrisos de pacientes, com teadoro’s, etc.
Eu falho: Principalmente, com homens!
Eu luto: Até conseguir!
Eu escrevo: Para compartilhar as idéias. Lê quem quer. Comenta quem preferir.
Eu ganho: todos os dias, novas experiências e mais histórias para contar.
Eu perco: a noção do ridículo, às vezes.
Eu nunca: matei ninguém, mas já cometi alguns crimes dignos de retaliação.
Eu estou: Feliz e mais esperançosa do que nunca.
Eu sou: determinada e fiel aos meus conceitos.
Eu fico feliz: quando consigo fazer as pessoas rirem, mesmo quando tristes.
Eu tenho esperanças: de um mundo melhor, com mais amor.
Eu preciso de: paz interior. SOSSEGA, menina!
Eu deveria: começar agora!

A minha cara tudo isso…

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s