Post Diarinho

Como sempre… se não quiser ler sobre a minha vida, passe para o blog seguinte.

Hoje voltei à labuta depois dos quatro dias de atestado médico. O motorista da insituição veio me buscar em casa, por milagre, em um dos últimos carros com ar-condicionado!

Ao chegar, super-bem recebida, como se tivesse faltado durante anos, por uma doença perigosíssima. Todo mundo olhando para o meu pé e sorrindo, dizendo que sentiu a minha falta.

Meus amigos me deram abraços e eu ganhei cafezinho da minha secretária e uma camiseta da campanha (é proibido que funcionários recebam, pois são privilégio apenas de doadores).

Quase não trabalhei. Movimento fraquíssimo e ainda saí mais cedo por causa do horário do motorista. Foi como se não tivesse voltado, enfim, deu para matar a saudade.

Meditei ao chegar em casa. Consegui ficar dez minutos sem me mexer. Amanhã a meta será 15 minutos controlando o pensamento que, quase sempre está a mil.

Ao terminar o dia, a solidão bateu-me forte, como eu nunca mais tinha sentido. Algo estranho… uma saudade sei lá de quê. Lembrei-me de Camille Claudel: II y a toujours quelque chose d’abient qui me tourmente (Existe sempre alguma coisa ausente que me atormenta). E eu tive um dia tão bom…

Na verdade, estou com medo de estar entrando numa de sonhar muito de novo… criando expectativas irreais, caindo no mesmo erro de sempre, sentindo coisas que vêm de fora e não de dentro. Estímulos nem sempre válidos quando se trata de vida real.

Ouça Muse, e ressuscite de sua dor. Ouça O Teatro Mágico e receba um carinho na voz de Fernando Anitelli. Música curativa. Funciona, ao menos para mim. Enquanto um amigo cura a sua dor com filmes, eu me deleito com minhas descobertas no Last.fm. As últimas: Thomas Dybdahl e Minor Majority, com a letra mais fofa que eu já ouvi nos últimos tempos.

Sim, eu quero me apaixonar de novo.

Deve ser isso que está faltando.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Post Diarinho

  1. Oi Jazz! Ficou lindo o novo layout! =P

    Fico feliz que você já esteja melhor e até tenha voltado ao seu trabalho.

    É bom perceber que as pessoas sentiram a nossa falta, né? Não te conheço pessoalmente, mas pelo pouco que conheço de ti por aqui e pela amizade virtual que estamos cultivando, creio que você deve ser essa pessoa doce, simpática e divertida no seu trabalho, no seu convívio social também! Então, é evidente que todos deveriam estar com saudades de ti…

    E sobre o sonhar… é verdade, temos que sempre cuidar para deixarmos um pé no chão… para não nos perdermos em sonhos irreais, ilusórios … mas ao mesmo tempo, não há nada demais desejar se apaixonar! Afinal, o amor é o sentimento mais lindo que existe… e que nos completa! Pode demorar um pouco, mas você vai conseguir conquistar tudo isso ainda, Jazz! =) Força e esperança!!

    Beijocas!

  2. Tbm gostei do lay novo. E adoro post diarinho! 🙂 Menina… tbm quero me apaixonar de novo. Mas não consigo… Posso até dizer q é pq não apareceu ninguém, mas, no fundo, é pq vira e mexe eu fico ocupando o coração com a mesma paixão de sempre. Já faz 3 ANOS q to nesse vai e vem. (E, by the way, fiquei com ele ontem…)

    Acho q eu não consigo ficar nem 2 minutos parada.

    To pensando em fazer Pilates, q acha?!?!

    Anyway.

    Espero q logo essa sensação de vazio vá embora e vc possa se apaixonar de novo (o bom é q se tá vazio, logo será ocupado! 😉 )

    beijins

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s