Quatro

Roubado do blog da Ana Carolina Lima Braga Lispector Monroe Garbo Abreu 😉

Quatro empregos que já tive:

  • O primeiro foi em uma clínica onde eu espantava moscas e fingia que fazia urgência. Estava à beira da falência e faliu mesmo. Os caras até hoje ainda não me pagaram dois meses de salário, mas tudo bem…
  • O mais divertido era o PSF em Benevides. Eu levava uma hora para ir e voltar de ônibus, às vezes de pé, nele lotado. Atendia população carente, fazia visita de casa em casa (umas só tinham um cômodo e eles sempre me tratavam como uma rainha). Davam até o que não tinham e eu ficva feliz com um sorriso ou uma laranja (porque dava uma sede!!). Já ganhei até um jerimum gigante, o qual fui carregando em pé no ônibus, certa vez.
  • O mais duro foi a residência. Dois anos sendo humilhada por superiores e até por técnicos de enfermagem. Mas cada sorriso e abraços de mães que recebíamos, revigorava. Tinha gente que levava as fotos tiradas, da “minha primeira médica”, com bordas cheias de corações. O segundo ano, foi o mais difícil, trabalhando doze horas por dia: as oito da residência + as 4 do concurso.
  • E o MELHOR de todos é o atual, no qual sou concursada. Trabalho em um hemocentro, onde fiz vários amigos e onde eu sou valorizada, trabalho sem estresse. Se eu pudesse, moraria no meu trabalho (mas só se ganhasse o dobro). Não tem muito nada a ver com a área que eu escolhi, mas foi a melhor coisa que já me aconteceu na vida.

Quatro filmes que assisto sempre que passam:

  • Curtindo a vida adoidado;
  • Gigolô por Acidente;
  • Procurando Nemo;
  • O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.
  • PS: Eu não tenho TV a cabo, raramente assisto filmes na TV.

Quatro lugares onde já morei:

  • Até os meus sete anos, eu morava em uma casa, num conjunto residencial. Brincávamos de “carniça”, bandeirinha, fazíamos ciranda! Era muito bom… só era perigoso quando os cachorros da vizinhança estava soltos! Eu morria de medo de andar de bicicleta (aquela vermelha de cestinha com rodinhas brancas).
  • Depois mudei-me para um prédio que ficava atrás do meu colégio. Era ótimo porque eu comecei a sair sozinha de casa. Vivia no colégio, onde estudava, fazia dança, volêi e marcava com as amigas.
  • Desde os meus onze anos, estou morando na rua mais badalada da cidade. A ‘Av. Paulista’ de Belém, que se chama Doca. Área nobre cof cof – só que eu moro ainda em um dos prédios antigos (o que chama de classe C), mas só tenho vizinhos chiquérrimos!
  • Em 2003, assim que terminei meu namoro de dois anos – o único – morei durante um mês em um interior bem longe de Belém, chamado Dom Eliseu, a fim de fazer um estágio rural, obrigatório pela universidade. Lá aprendi a ser mais simples, menos fresca (ou quase!) e até ensaiei um namorico com um carinha que dizia que me amava todos os dias. Mas acabou quando eu voltei, afinal, eram sete horas de carro e ninguém queria passar por isso para nos vermos. Nem eu, nem ele.

Quatro programas de TV que eu gosto:

  • O Melhor do Brasil: principalmente o quadro “Vai dar namoro” – viciei durante os plantões de sala de parto anti-sabadeadores;
  • Programa Silvio Santos – só quando não saio ou estou sem net;
  • Jornais;
  • A atual novela das sete: Beleza Pura.

Quatro pessoas que me mandam e-mail regularmente:

  • Minha irmã, que mora na mesma cidade que eu, mas em um bairro diferente;
  • O Ruy, que está em Ibiza;
  • A minha comadre, de Macapá;
  • Uma colega de trabalho que vive mandando todos os tipos de PPS.

Quatro coisas que você faz todo dia sem falta:

  • Entro na net;
  • Checo a agenda;
  • Planejo e calculo o tempo das coisas que tenho que fazer durante o dia;
  • Ouço música.

Quatro comidas favoritas:

  • Picanha com bastante gordura;
  • Yakisoba;
  • Pato no Tucupi;
  • Pão & Queijo.

Quatro lugares onde eu gostaria de estar:

  • Ibiza;
  • São Paulo;
  • Florianópolis;
  • Bariloche, desde que bem acompanhada.

Só para postar. Preciso me preservar, hoje foi um dia muito ruim.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Quatro

  1. também fiz o meme!
    hahaha
    Então, sobre o post acima, eu nessa confusão que anda minha vida esses dias mexi nos meus cds velhos e foi um lindo momento.
    E meu namorado de vez em quando leva uns cds pra mim, com propósitos menos romanticos, para apenas me obrigar a ouvir as músicas que ele gosta. Mentira, até gosto de muita coisa que ele escuta, mas ele deu um cd dos Los Hermanos que eu nem sei direito onde está, do tanto que eu “gostei” do bicho.

  2. Oi querida!

    eu adoro os “sobrenomes” que você inventa pra mim! =P

    Que bom que você aceitou o desafio… é muito bom essas listinhas, né?

    Esse programa do “vai dar namoro” as vezes assisto tb rs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s