Eu e minha barriguinha

Desde que comecei a trabalhar no hemocentro, em seis meses, engordei seis quilos. Eu trabalhava doze horas por dia, tirava plantões em todos os fins de semana, comia de carência e ansiedade para que tudo (residência) terminasse logo.

Engordei tão rápido que nem os meus joelhos aguentaram. Até o andar era pesado e me dava nos nervos ouvir o tal do “por que queres emagrecer se estás tão magra?“.

Sou baixinha. Tiny. Mignon. Cinquenta e seis quilos era realmente muito para mim, que já nos cinqüenta, eu reclamava da maldita ‘barriguinha’, sempre ali, presente. E sim, incomodava. Mas a carência e a ansiedade eram bem maiores. Comer por prazer. Pecado perfeito para quem quer engordar.

Depois que a residência findou, decidi entrar na linha, matriculei-me em uma academia, com dedicação, comia de três em rês horas, reeduquei-me. Mas a maldita malhação me dava mais fome. Torci o pé. Afastei-me da academia.

Depois fui viajar de navio. Atender população ribeirinha, sofrer assédio moral, em uma tripulação de totais desconhecidos. Vamos comer!

Voltei. Já em um mundo real, perto da família e dos amigos, com o pé já recuperado. Agora sim! Vamos emagrecer.

E a dieta da proteína, mas as sessões de massagem estão surtindo efeito. Perdi já uns 4Kg, quase cinco!, e 2cm de medida na cintura. Parece pouco mas isso já me faz me sentir realmente mais bonita. Vide reguinha acima.

Vale a pena investir naquilo que se quer. Com determinação, a gente consegue. É só começar.

6 pensamentos sobre “Eu e minha barriguinha

  1. E aí Jazz? Como que você está?!
    Melhor?

    Humm, também preciso perder uns bons quilos! =P Confesso que nesse sentido, falta-me determinação!

  2. Nunca estamos satisfeitos Jazz.

    Talvez ninguém veja seus quilinhos a mais, mas nós somos implicantes mesmo né?!

    Abraço.

  3. è Jazz.. meu caso é o contrario.
    Tenho sempre que ficar comendo algo para manter o peso.

    Tenho um metabolismo muito rapido e sou capaz de perder 2 quilos a cada 3 dias.

    E é isso aí mesmo. O mais dificil é começar. E sentirmos bem, também nos torna mais felizes.

  4. Como vc mesma diz, com determinação e dedicação conseguimos tudo….basta começar!! Quem diria que uma barriguinha ia dar post?rss

    Beijos

  5. Pingback: Como perdi minha barriguinha « Poucas Palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s