WWF – A Hora do Planeta

Hora do Planeta 2009.

No dia 28 de março, às 20h30 (horário de Brasília), nós brasileiros iremos apagar as luzes durante 60 minutos em prol à reflexão sobre os impactos do homem na Terra, o aquecimento global e o que está acontecendo por aí.

A conservação da natureza não é frescura! Se quisermos um lugar bom e aconchegante para morar e abrigar nossos filhos, é obrigação nossa cuidar dele – e consertar o que já fizemos!

Esta é uma campanha da WWF.

Participe e divulgue.

Anúncios

3 pensamentos sobre “WWF – A Hora do Planeta

  1. Eu participo!!!!!!!! Espero q eu nao esteja trabalhando! Eu gosto dessas campanhas!

    Ah, qto ao post de beleza… Eqto eu escrevia o post, pensei, “A Jazz vai ficar toda orgulhosa de mim, ela q gosta de rotina de beleza” hahahaha… Eu nunca importava mto, mas agora me sinto tãããooo bem.

    🙂

  2. Esta semana tem previsto um grande acontecimento mundial: uma hora de interrupção voluntária de apagar de luzes elétricas, como forma de protesto / alerta contra os problemas ambientais do planeta. A chamada “hora do planeta”, no dia 28 de março.

    Seria bonito, se não fosse patrocinado por uma das mais mentirosas ONGs que existem no universo: a WWF da família real britânica, os Windsor.

    Pois muita gente ainda não sabe, mas a WWF, do simpático urso panda, teve como fundador o Duque de Edimburgo, digno representante da nobreza de um país onde, até novembro de 2004, o esporte nacional era a CAÇA À RAPOSA. É bom lembrar que foi com muitas lágrimas no coração que os lordes aceitaram deixar de praticar tão nobre passatempo.

    O mais curioso é que o “esporte” ainda é praticado em outros países, como Canadá, Estados Unidos, Austrália, e Nova Zelândia, onde as raízes britânicas deixaram seus frutos germinar.

    A WWF, além disso, teve como primeiro presidente o falecido príncipe consorte holandês Bernard, muito conhecido por suas posições filonazistas, mas que ficou ainda mais próximo dos noticiários por seu envolvimento direto no escândalo de suborno com a fabricante de aviões Lockheed.

    Curioso é que justamente as duas casas reais interligam-se também em outro negócio, muito mais sério e maior, chamado Royal Dutch Shell, que justamente trabalha com o que existe de mais sujo no mundo, qual sejam os combustíveis. Se bem que agora, ela virou boazinha e faz todo um trabalho “ecológico”.

    Além disso, a viagem do primogênito de Philip, Charles de Gales, acompanhado da Duquesa da Cornualha, à Amazônguia, há poucas semanas, não foi exatamente para visitar passarinhos na mata, mas para ver como andavam certos interesses de mineradoras britânicas na região.

    Com esse grupo de gigolôs reais e financeiros, vamos levar a sério o que a WWF diz?

    Só mesmo aqueles rapazinhos que ficam nas ruas a buscar assinaturas, a exemplo do que faziam antigamente os seguidores da TFP.

    Antes de seguir modismos, é melhor buscar outras informações e, sobretudo, recolher as contradições que há por trás de todas as “boas intenções” que recheiam o inferno. A “Hora do Planeta” pode ser outro tipo de “noite escura” de controle pelo medo, no estilo medieval.

    Economizo energia, não porque a WWF sugere, mas porque quero uma conta menos salgada em minhas despesas mensais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s