Estrelas

Eu sei, você já parou de contar as estrelas do céu
E eu não, eu não posso mais te ajudar a dizer onde estão
Seu olhar pesado me prende ao solo
E eu sei, eu não posso mais flutuar
entre estrelas do céu que você apagou

Falta um pouco de luz nos seus olhos
e me dá saudade o seu rosto brilhando ao sol
Falta um pouco de amor no seu corpo
e eu não posso te dar pois em mim faltará também

Talvez, se a gente encontrasse um lugar pra recarregar nosso amor
então, quem sabe eu pudesse enxergar vida no que nos restou
e essa estrela morta brilharia um sol
Meu bem, o pouco que eu posso te dar
É tudo o que eu já te dei e que não te bastou

Falta um pouco de luz nos seus olhos
e me dá saudade o seu rosto brilhando ao sol
Falta um pouco de amor no seu corpo
e eu não posso te dar pois em mim faltará também

Eu sei que você vê tudo o que eu faço

Eu sei que você lê tudo o que escrevo

Escrevo pra você


(LUDOV)

Advertisements

2 pensamentos sobre “Estrelas

  1. Tás agitando um encontro de blipers então? Eu não uso o blip. Tenho uma conta, mas acabo nunca entrando. Mas se for rolar mesmo a parada, vou me esforçar pra ir.
    beijãooooo

  2. Vc escreve muito bem… escreve c amor nas palavras, c carinho e atenção… é o segundo poema q leio seu… e acho q estou me “viciando em ler vc”… sorte de quem lhe tem e pena dos q te perderam, pois vc é uma mulher verdadeira.
    Continue assim… escrevendo e amando de forma pura e simples… vc encontrará o q procuras.

    Abraços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s