La Confiance en Soi

Para Lau.
E para mim também.

Segundo o Segredo da Lei da Atração, a verdade da Seicho-no-ie, a filosofia do budismo de ser um Iluminado (plenamente feliz) em Terra; e a neurolinguística, os pensamentos são o que regem o nosso futuro.

Não é teoria ou postulado, mas é fato.

Já escrevi aqui sobre a plastificação da mente. E o básico que se deve aprender é evitar o sofrimento. Desviar o pensamento dos pensamentos ruins e focar nos bons.

Sabendo disso, elaborei uma tática – vamos dizer assim – de poder interno.

Há vezes em que toda a nossa conspiração de auto-destruição (aqueles pensamentos ruins que nos assolam vezenquando) é comprovada por fatos. Aliás, a gente monta os cubinhos do inferno que elaboramos na mente, e eles se juntam. Voilá! Você se convence que não é tão especial assim.

Contudo, você é inteligente e estudioso e lembra de todas as auto-ajudas que já leu, de todas as Sutras Sagradas que já ouviu falar e do budismo e o segredo da felicidade. Lembre também dos conselhos que dá aos seus amigos – e dos abraços que recebe quando eles estão felizes porque os ajudou, enfim… você se lembra de que quem fez o inferno na sua mente foi você.

Então, no recomeço da manhã de segunda-feira, depois de uma noite de domingo detonadora, minhas resoluções…

  • Conheça a si mesmo: não importa o que os outros pensem. Você sabe quem você é. Você é honesto com as outras pessoas e sobretudo CONSIGO MESMO (porque, se é difícil cumprir promessas aos outros, imagine as nossas próprias!), você faz o bem sem olhar a quem, é feito de fases como todo o mundo e não precisa ficar se justificando a toda a hora das coisas que faz ou não porque você é o dono de sua vida.
  • Reconheça seus amigos: quem tem amigos de verdade não pode ser uma má pessoa ou um desgraçado. Quem tem amigos de verdade é o maior sortudo do mundo, pois recebe energia boa vinda de todos os lados. Sorrisos, abraços despretensiosos, flores arrancadas do pé, mensagens no meio da madrugada, elogios que vem do nada…como reclamar da vida com tudo isso em volta?
  • Paciência: nem tudo será resolvido na hora que você quer. Para tudo tem sua hora. Hora de terminar, começar, REcomeçar, e tem a hora de esperar também. Você faz a sua parte e espera. Se fez direito, o retorno virá em seu tempo, e proporcional ao seu esforço.
  • Espalhar felicidade em volta: tudo o que você faz aos outros, volta em dobro para você. Essa é uma verdade que eu levo pra mim há muito tempo e que é muito útil para você se controlar durante a raiva, antes de fazer o mal a alguém. Então se o que você distribui são sorrisos, eles voltarão pra você. Se, ao contrário, você semeia um ambiente hostil à sua volta, o maior prejudicado será você.
  • Dê-se o valor: só você sabe o quanto investiu para se tornar aquilo que é. O quanto estudo, pesquisou, cuidou de si, da sua saúde, do seu intelecto, do seu espírito. E cada investimento o faz crescer. Não deixe que alguém te subestime, ou que diminua o seu real valor. Apenas ignore e lamente – a pessoa não tem culpa por não te conhecer direito. Perdoe (parte mais difícil) e compreenda. Mas jamais esqueça.
  • Não escolha sofrer: a literatura também ensina. Como disse Drummond: “a dor é inevitável, o sofrimento é opcional”. Dói, normal. O importante é saber que aquela não será a primeira nem a última dor que irás sentir. Ela passa e aguarda uma próxima e se nos vitimizarmos a cada vez que doer, perderemos tanto tempo, que esqueceremos de viver e ver as coisas boas da vida que estão entre uma dor e outra.
  • Na prática:

  1. Erga a cabeça: você é tão bom quanto os outros – ou até melhor.
  2. Aja de forma correta: você tem a liberdade de fazer o que quiser desde que não prejudique a si ou aos outros. Então, antes de agir, pense em todas as consequencias possíveis e não magoe ninguém (não adianta tentar, é preciso conseguir);
  3. Pense corretamente: elimine ou evite os pensamentos ‘corrosivos’ de sua mente. Desvie-os para o lado da luz, o claro, o alegre, o solucionador. A mente focada no problema só faz com que ele aumente. Foque-se na solução. Leia o texto ilustrativo, que é um bom exemplo disso.

Leia e absorva. Sobretudo, pratique. E seja feliz. Depois vem aqui me contar, tá?

Por Átila Mcedo Brito

Por Átila Macedo Brito

6 pensamentos sobre “La Confiance en Soi

  1. “Lembre também dos conselhos que dá aos seus amigos” me lembrou de uma frase que vivo dizendo: “Guarde meus conselhos para quando eu precisar”.

    Acrescentaria algumas coisas nos tópicos, não porque faltam (porque nada falta), nem pra esclarecer (pois já estão claros), mas só porque quero participar (no PS eu explico).

    Conheça a si mesmo: Quem se conhece, sabe o próprio valor e mesmo que as pessoas tentem desvalorizar, não conseguem. Porque o valor da pessoa passa a ser ditado por ela mesma, pela consciência que tem de si mesma e não pela oscilação do mercado das opiniões e humores (mais destes que daquelas) alheios.

    Reconheça seus amigos: Lembra? “Os opostos se distraem” (O Teatro Mágico). Isso de que se atraem é conversa mole. Se seus amigos são gente fina, você também é. Caso contrário eles não andariam contigo. Suas amizades são seu melhor espelho. Simples assim.

    Paciência: perfeito… Não sei o que dizer. Ia falar que o milho demora um tempo pra virar pipoca (e sofre um bocado com isso), mas além de ser clichê, pode ser porque estou com vontade de curtir um cineminha hoje.

    Espalhar felicidade em volta: “Então se o que você distribui são sorrisos (…)” e que sorrisos você distribui!

    Dê-se o valor: acho que é a consequencia de se conhecer.

    Não escolha sofrer: nada a acrescentar…

    PS: No seu blog me sinto em casa.

  2. Oiiii. Adorei o Blog. Primeira vez aqui…hehe
    Ótimo reflexão!
    Sempre achei que a gente tem que se gostar, pensar positivo e, sobretudo, valorizar as coisas que nos acontecerm (como conquistas ou mesmo como aprendizado) e valorizar ainda as pessoas ao nosso redor.
    Creio que tudo que a gente espalha, nos atinge de volta. Se espalhamos algo positivo, só ganhamos com isso.

    Bjim.

  3. não concordo com tudo, mas, não discordo de todos. Há bons e relevantes conselhos e observações, isto por exemplo, na minha opinião, não pode se revelar verdadeiro:

    – “tudo o que você faz aos outros, volta em dobro para você.”

    No geral e relativo boas diretrizes, otimas resoluções.

  4. Importante destacar a importância do pensamento positivo. Assim que acordamos, escolhemos ficar de bom humor ou de mal humor.
    É facil identificar as escolhas que as pessoas ao nosso redor fazem tambem.
    Parabéns pelo texto, serve até de referencia para momentos de reflexão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s