The Letter

Fazia tempo que eu não escrevia uma carta. Eu achava meio retrô esse negócio de escrever, ir ao correio, pagar e esperar uma resposta, que poderia chegar em uma semana ou um mês. Também poderia não chegar, ser extraviada e parar em casa de uma velhinha abandonada esperando pela morte, e que consequências isso daria, não posso imaginar.

Tudo isso pra dizer que eu finalmente arranjei um papel qualquer, uma caneta Bic, passei perfume nas mãos, e escrevi o que habitava em meu coração. Às vezes, parava, pensava, e finalmente, rasgava a carta para refazê-la. Além da letra horrível (letra de médica irremediavelmente feia), o texto desconexo, sem vírgulas, com muita emoção e pouca técnica.

Agora sim! Nome da cidade, vírgula, dia, mês e ano, ponto final. Assim foi a primeira linha escrita no canto esquerdo do topo da página. Depois o vocativo e enfim a mensagem. Assinatura na base direita da página e uma borboletinha desenhada para terminar.

Muitos sorrisos desenhados. Alguns adesivos no envelope. E a ansiedade de uma resposta após postada a carta.

A recompensa veio não tão breve, mas na hora certa. Com a notícia poética de que a pessoa dormiu abraçada com minha carta e que havia guardado a foto três por quatro – que também viajou dentro daquele envelope perfumado e enfeitado enviado há duas semanas – dentro da carteira, para que todos os seus amigos também pudessem apreciar.

O amor é assim, singelo como a carta. Sem tecnologias, cheio de formalidades, mas que podem fazer um sorriso brotar em um rosto triste, num piscar de olhos.

Para você: Beijos e Amor.

 Writing To Reach You

Every day I wake up and it’s Sunday
Whatever’s in my head won’t go away
The radio is playing all the usual
And what’s a wonderwall anyway
Because my inside is outside
My right side’s on the left side
‘Cos I’m writing to reach you
But I might never reach you
I long to teach you about you
But that’s not you
It’s good to know that you are home for Christmas
It’s good to know that you are doing well
It’s good to know that you all know I’m hurting
It’s good to know I’m feeling not so well
Because my inside is outside
My right side’s on the left side
‘Cos I’m writing to reach you
But I might never reach you
I long to teach you about you
But that’s not you
Do you know it’s true
And that won’t do
Maybe then tomorrow will be Monday
And whatever’s in my head should go away
Still the radio keeps playing all the usual
And what’s a wonderwall anyway
Because my inside is outside
My right side’s on the left side
‘Cos I’m writing to reach you
But I might never reach you
I long to teach you about you
But that’s not you
Do you know it’s true
And that won’t do
You know it’s you
I’m talking to

(Travis)

Originalmente poblicado no falecido e saudoso blog Butterfly Wings, em03, de abril de 2004.
Anúncios

4 pensamentos sobre “The Letter

  1. Noooossa! Não escrevo cartas desde q inventaram a internet e desde q minha mãe resolveu me dar um celular… Hehehe!
    Mas essas coisas serão pra sempre românicas!

  2. Cartas ainda me emocionam mais que emails, geralmente. Sou mais “orgânico” que “digital”. Na verdade acho que sou antiquado mesmo…
    Prefiro LP a CD, CD a MP3 e MP3 a Streaming Audio.
    Prefiro cartas a emails e emails a scraps.
    Prefiro ver ao vivo que telefonar e telefonar a SMS.
    Prefiro telefone fixo a celular. Na verdade penso em me livrar dos 3 aparelhos que tenho, cada um com uma operadora, aproveitando promoções.
    Prefiro um livro a um PDF.
    Enfim, sinto saudades do tempo em que recebia um telefonema em casa e alguém dizia “Vamos sair? Passo aí pra te pegar” ao invés de mandar uma mensagem no orkut “Sds. Aparece”.

    Mas por outro lado, tenho amigos reais que só a Internet pôde me proporcionar. Você, por exemplo, que nem sonha quantas vezes coloriu meus dias cinzas só pelo fato de ser minha amiga! E nem sabe quantas emoções me deu com seus textos no blog, ligações e emails (que são os poucos que me emocionam tanto quanto as cartas).

    Te adoro, amiga!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s