Afinal, sou do Brasil

A minha primeira Copa considerada, foi a de 1994. Eu tinha treze anos, era São Paulina roxa, sabia toda a escalação do SPFC e da Seleção Brasileira, lia tudo sobre Copas, seleções, jogadores, posições, etc. Opinava sobre jogadores (lembro-me que o mais gato, na época, para mim, era o Stefan Schwarz), era torcedora número um, vamos dizer assim.

Das copas anteriores, não me recordo muita coisa. Eu era criança, estava mais preocupada em ser líder dos jogos do colégio, em vencer todas as brincadeiras, eu mesma, do que em futebol – coisa que só me interessava no jogo de botão.

Então, por sorte, na minha primeira Copa, a seleção brasileira conseguiu o tetracampeonato. Minha rua encheu-se de verde e amarelo e foi uma das coisas mais marcantes da minha vida. Lembro-me que eu havia me vestido de hippie, com lenço na cabeça e óculos estilo John Lennon, para fazer minha mãe sorrir, após uma discussão com ela. Deu certo.

A segunda, foi a de 2002 – época que eu só queria, só pensava em namorar. Assistia a todos os jogos, vestida de verde e amarelo, comendo bono de chocolate e guaraná Antárctica. Cada um assistia na sua casa, e depois festejávamos andando de mãos dadas pela nossa rua (na época, eu namorava um vizinho meu).

Em 2006, eu estava na Residência, realmente não me lembro de ter assistido nenhum jogo. Eu estava enlouquecida de paixão por um novo namorado – aquele que me deu mais dor de cabeça do que alegrias. Além da Residência, eu tinha que me preocupar com ele (o que não era nada fácil) e não tinha muito tempo para me preocupar com a Copa. Lembro-me de quando reunimos os amigos em Mosqueiro, para jogar bilhar e ficar na piscina enquanto rolava o jogo. Foi nesse dia que o Brasil perdeu.

Desde então, saí da Residência, comecei a trabalhar, a ser responsável pelas minha spróprias coisas e – com isso (e as perdas do Brasil, altamente discutíveis, para a França – coisa difícil de acreditar que não houvesse alguma gambiara por trás disso), eu me afastei do futebol, do meu São Paulo, da Seleção e, consequentemente, das Copas do Mundo.

Hoje acordei um tanto pessimista. Depois de um sonho cheio de lição de moral do meu subconsciente para o consciente, cheios de espíritos do bem dando conselhos, acorde pensativa e reflexiva. Nada compatível com um dia de jogo do Brasil, na Copa do Mundo.

Saí de casa mal-humorada e fui trabalhar. Via as pessoas vestidas de verde e amarelo nas ruas, carregando bandeirinhas, felizes e esperançosas com a vitória da nossa Seleção. Clima de festa. Vuvuzelas tocando em alto e bom som – até que nem me incomodaram tanto.

Quer saber? Entrei na dança. Antes ser “mais uma” das patriotas de época do que a única mal humorada e amarga deste dia – que promete.

Rendi-me à alegria. Espero que você também.

Yoann Gourcuff (seleção da França): o colírio da Copa de 2010 - escolhido por mim.

Advertisements

5 pensamentos sobre “Afinal, sou do Brasil

  1. No jogo final da copa de 1998, o Brasil entrou em campo com o título de pior defesa da Copa. A França tinha, no início da partida, o melhor ataque da competição. Qual a surpresa?

    Você é sãopaulina! Aqui, também, nenhuma surpresa… É a torcida feminina mais bela do mundo!

  2. Precisamos dessa dose de alegria sempre que possível. Por que não deixar a Copa do Mundo nos ajudar nessa parte? =)

  3. Como menino nascido em ano de copa do mundo, 1978, minha vida é futebol e sempre será futebol. Gostei da historinha, leve e divertida. A minha tem mais sujeiras e bolas divididas nos campinhos de futebol de terra e grama.

  4. Eu ia comentar teu texto. Mas depois de ver essa foto de um cara semi pelado no final, desisti. Mas falando sério, eu estava meio assim para essa Copa. Só fui mudar hoje, já indo para a casa da minha mãe. Somente então eu entrei no espírito da Copa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s