Direito de Resposta

Às pessoas que me querem longe, não tenho (nem porquê) coragem de ir atrás, porém sempre tenho algo a dizer. Por isso escrevo onde devo (nos meus blogs) e se essas pessoas tiverem o mínimo de interesse em saber o que eu penso, elas vem aqui e recebem a mensagem, engolindo-a, mesmo que por acidente.

Pois bem… este texto é direcionado a uma pessoa que admiro muito, porém, ultimamente, anda BEM desequilibrada ao ponto de:

  • entender tudo errado, por não estar pronta para ouvir. Não ouve o que dizemos e sim, o que acha que estamos falando;
  • de usar a arma dos ignorantes: xingamentos, por pura falta de argumento.
Seu último xingamento pra mim, foi até um elogio. Ela me chamou de fútil. Isso me fez pensar na vida que tenho. Emprego estável, saúde idem, não tenho marido pra cuidar (nem me estressar ou mandar em mim) ou filhos. Tudo o que ganho é meu e, se eu quiser, dividido com mãe e irmão. Realmente, minhas preocupações são bem fúteis…
No entanto, sei ser amiga. Sei oferecer ajuda. Mesmo quando você se sente sozinha ou é largada pelo marido e tem que se virar para alugar um apartamento e mobiliá-lo com o pouco dinheiro que tem (onde já se viu alguém terminar um casamento e fazer com que O OUTRO se mude?). Sei deixar uma pessoa pra cima quando tudo vai mal: saúde, dinheiro, relacionamentos. Sei divertir.
Uso minha falta de problemas para ajudar os que tem problemas reais. Tenho saúde e descontos em farmácia (ainda bem que eles não me servem de nada). Sou solteira e sei até deixar minha doce solidão de lado e ficar com você porque você acha a solidão triste…
Mas você é DEPENDENTE. Em um estalar de dedos aceita até o que é errado. Distorce toda uma história pelo simples fato de eu não concordar com o que fazem com você. Você é muito mais que isso. Você pode tudo e sabe disso…
 A minha amizade – diferente da sua – não tem condições. Você é muito especial, mas está cega, totalmente cega, como uma adolescente que nem sabe o que faz. Das coisas que você me acusou de ter falado, eu não disse nada! O meu ÚNICO desejo nessa história é não ter contato com quem faz isso com você… e por não aceitar, você SURTA e joga uma amizade fora?
Sinceramente, eu espero que você não se arrependa quando estiver com a vista clara novamente. Mas saiba, que se isso acontecer, fica aberta a porta e você poderá bater… no entanto, terá que engolir toda a raiva que um dia destilou contra mim, no seu estado (lamentável) de inconsciência em que vive hoje.

Um pensamento sobre “Direito de Resposta

  1. Tb tenho uma essoa na minha vida q entende tudo errado, por não estar pronta pra ouvir. E sempre me penitencio por gastar minha energia com ela. Espero que essa seja a sua “última energia desperdiçada” – ou “última energia doada sem retorno” a essa pessoa aí. Espero mesmo que esse post desengasgue tudo que vc escreveu, e agora q já foi, joga pro universo. Se tiver de voltar que seja melhor que isso, senão, pode ficar lá mesmo!!!
    Fica bem!! um beijo,
    Teca

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s