(e)Namorando-se

Está sozinha? Tudo bem. Mas, como está sozinha? Não, não estou perguntando os motivos de estar sozinha. Na verdade, pergunto o modo como você está lidando com isso. Você está solteira-vítima (do “ninguém me ama, ninguém me quer)? Está solteira por opção ou por falta de opção? Pra você, estar solteira é um problema?

Não responda para mim. Essas perguntas devem ressoar na sua mente em uma autoanálise. Por que você precisa de um namorado hoje? Você precisa de um namorado o DO namorado? Ou qualquer sapato que esquente seus pezinhos já está valendo? Vamos refletir.

Agora, vamos tomar o lugar dos outros. Que tipo de pessoa você curte? Aquela coitadinha no cantinho, sempre sozinha e triste por isso? Ou você gosta daquele que emana alegria, está sempre sorrindo e raramente a vê em momentos de lamentações? Com quem você  quer estar do lado?

Às vezes, estamos tão preocupados em achar a pessoa certa que esquecemos de ser essa pessoa.

É como aquela história da menina que espera um príncipe, mas não se comporta como uma princesa. Ou você acha que os homens querem ficar solteiros a vida toda? Eu tenho certeza que não. A grande diferença é que eles não são cobrados o tempo todo para terem um namorado, então não ficam tão desesperados quanto as mulheres, que foram, de certa forma, criadas para serem namoradas, esposas e mães.

Leitora, você pode até ter sido criada para isso, mas a vida é muito mais. Podemos ser felizes quado quisermos, até aos escovar os dentes. E para namorar alguém, a gente precisa enamorar-se primeiro.

Não há nada mais sexy do que uma pessoa apaixonada. Talvez por isso, os homens comprometidos pareçam mais atraentes. Mas somos divas, merecemos um namorado só para nós, não é mesmo? Nem somos vira-latas para vivermos de restos…

Então, vamos nos apaixonar!

O que te faz sorrir só de lembrar? O seu trabalho, o seu hobby, seus amigos, sua arte? A minha paixão é o esporte. Passo horas na academia, adoro dançar, superar os limites do meu corpo. isso me faz um bem enorme. Sinto que estou viva, chego em casa como entorpecida… são as melhores horas do meu dia. Fico feliz quando tem feriado e eu posso passar mais tempo comigo mesma e meus exercícios.

Não há nada que te faça sentir assim? Está na hora de encontrar! Talvez você tenha uma paixão aí dentro que esteja adormecida. É preciso despertá-la. Se for algo que você nunca fez, que tenha a coragem para começar! Enfrente seus medos, descarte as desculpas que você usa para não fazê-la. FAÇA.

Cresça. Evolua. Cuide-se.

Desvie sua atenção para o que está à sua frente. Dedique-se no trabalho, mantenha o foco e faça o seu melhor. Coloque paixão nos seus estudos. Estude pelo prazer de aprender, não pela nota do final do ano.

Quando mantemos o foco no caminho, ou seja, durante a execução do que estamos fazendo, o fim é consequência. Vem a promoção no emprego, vem a nota alta dda prova, vem a beleza da sua arte, NATURALMENTE.

E quando conseguimos nos apaixonar por tudo o que fazemos, por tudo o que somos e emanamos essa paixão em nossa volta, aí sim, a paixão verdadeira aparece, sem que precisemos procurá-la.

Repito-me em clichês porque se não fossem verdadeiros, nem clichês seriam…

É como diria Quintana, cuide do seu jardim.

Borboletas

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s