O Meu dia no TEDx Ver-o-Peso

ATENÇÃO: Este texto não tem vínculo oficial com o evento, são apenas impressões pessoais de uma participante da plateia.

Levantei cedinho. Arrumei a bolsa com tanta coisa que dava para ter levado a mochila: água termal, câmera, celular, bloco de notas, estojo, kit de higiene (escova de dentes, pasta e desodorante). Conferi a carteira: documento, checado; dinheiro, checado; cartões de visita, checados!

Squeeze de água na mão, bolsa grande pendurada e lá fui eu, sozinha, pro SESC Boulevard onde acontecia o TEDx Ver-o-peso|Atitudes que Renovam. Vaga perfeita bem na frente, fui recebida na porta por um segurança simpático e uma moça sorridente. Já na fila do credenciamento, avistei a querida Monique Malcher. A primeira pessoa que falou comigo foi o Bernardo Reis, que perguntou: “Qual Jéssica?”, como se soubesse de cor todos os nomes participantes. “Ah… A Jéssica que não é Jéssica!”. “Sim, a Jéssica que é Jazz”, respondi. Ele realmente sabia quem éramos. =)

Agora já com meus brindes, aproximei-me da Monique e Romina, que já havia-se apresentado pelo facebook e apresentou-se agora pessoalmente. Também conheci Raíssa, na ocasião. Porém nem conversamos muito durante o dia. O palestrante Rodrigo Fernandez sentou miudinho no mesmo sofá, mas estava tão compenetrado em seu celular, pouco nos deu atenção. Diferente da palestrante Fernanda Baumhardt que se apresentou e perguntou sobre nós e o TEDx. Estava linda com uma roupa que não ser dar um nome, mas achei chique demais.

Copyright © Rafael Araujo 2013. All rights reserved.

Copyright © Rafael Araujo 2013. All rights reserved.

Para a primeira palestra, eu e Romina sentamos em um bom lugar, onde não fazia muito frio, ao lado de ninguém menos do que o fotógrafo Alexandre Sequeira, palestrante do TEDx Amazônia.

Úrsula Vidal apresentou os blocos que teríamos no dia:

  • Eu: um olhar para dentro;
  • Tu: só depois de olhar para dentro, eu consigo olhar para o outro;
  • Nós: perceber o poder da criação coletiva. A interdependência;
  • Gaia: todos somos um.

Bloco Eu

Começamos com um TED Talk, de Chris Anderson, sobre o TED e o poder das ideias em uma conversa sobre o futuro comum. Depois, Débora Noal nos contou como fez para entrar no Médicos Sem Fronteiras e mostrou algumas fotos e situações sobre seu trabalho tão lindo e inusitado. Chorei bastante de emoção, principalmente quando mostrou o “antes e depois” de um paciente desnutrido e sua evolução feliz após o tratamento.

Depois, mais TED talk, agora a história engraçada de um bombeiro cuja primeira missão foi salvar um par de sapatos. Logo após, Fernanda Baumhardt nos falou sobre seu senso de missão. Depois de ser uma jornalista de sucesso na CNN, largou tudo e foi estudar Gestão Ambiental, virou budista, passou por cima de um câncer de mama e finalmente se casou com o André, o rapaz que mudava de ideias.

Rodrigo Fernandez deu dicas de como administrar bem o “tempo de ser feliz“. Então fomos para o intervalo. No banheiro, fui abordada por duas gracinhas, a xará Jéssica Silva e a Lorena Agrizzi. A primeira, assistente social fazendo residência em oncologia e a segunda, acadêmica de medicina. Senti-me tão importante!! Nós três lidamos com a área de saúde e estamos fora do caixote. GRAÇAS A DEUS!

Bloco Você

Adriana Ramos falou sobre a caracterização dos povos indígenas e do vínculo com seus ancestrais. Sobre as comunidades dentro de reservas florestais e, se o índio já fazia parte do ambiente, por que retirá-los de lá? E ficou uma coisa: “Ser índio é preservar com garra a própria raça!”. É o índio que tem que nos ensinar a respeitar a natureza e a gente tem que aprender com eles, urgentemente, porque só estamos degradando-a!

Leandro Ramos resumiu sua palestra em três conselhos: 1) Ser quem a gente é; 2) Amar quem a gente ama; 3) Deixar que o outro faça o que estamos fazendo. Deixar com que o outro seja quem é, quer nós concordemos com isso, quer não. Aceitar e RESPEITAR.

Marlúcia Martins falou sobre a biodiversidade da Amazônia Maranhense e da Rebio Gurupi. Camila Honda, aquela linda, cantou pra gente maravilhosamente e encantou.

Depois assistimos a TED Talk de Adora Svitak, perguntando porque subestimamos tanto as crianças se são elas que vão cuidar do mundo futuramente.

Saímos para o almoço e andamos até o Restaurante Point do Açaí. Foi aí que eu entendi porque pediram para levar um guarda-chuva. Eu nem sabia que teríamos comida de graça!  Serviram filhote (peixe-delícia típico da Amazônia), filé, salada de batatas e penne. De sobremesa, creme de cupuaçu com pêssego em calda. Na mesa, boa companhia, muitas conversas e risadas. Faziam parte, André Filho, que escreve muito bem, o casal Arthur Alexander e Laís Amoedo; estavam também o Leonardo Oliveira, a Fernanda e o William. Além das amigas Romina, Jéssica e Lorena.

Bloco Nós

A tarde começou deliciosa com Felipe Cordeiro cantando e contando pra gente sobre essa tal de Bréa Époque, a moda paraense no mundo. E depois teve a TED talk do Derek Sivers, sobre liderança e como começar um movimento. Aí veio a Elizabete Rodrigues mostrar pra gente todo o seu potencial com pouquíssimos recursos. Ela é orientadora de escolas públicas e professora fogo-na-roupa. Conseguiu criar um repelente orgânico junto com os alunos na cozinha da casa dela!! Uma diva! Sem dúvida!

Aí veio o Pedro Werneck fazer todo mundo chorar com a história da Flordelis (lê-se Flor-de-lis), que acolheu mais de 37 crianças da Central do Brasil de uma vez só. Passou por muitas dificuldades, mas agora é cantora gospel e foi até tema de filme (achei o filme completo!) Ela contou tudo na Xuxa aqui e aqui.

Depois do choro e da lição de vida, assistimos o TED talk impressionante sobre a Universidade dos Pés Descalços e suas pessoas incrivelmente intelectuais e porém não-cultas. A frase que ficou foi:

Diante de ideias, o importante é tentar e
E não dar importância para o fracasso!

Bloco Gaia

Tivemos o Marcos Arruda falando da economia do amor. Mostrou-nos a mandala socioeconômica solidária e ensinou como ter  uma visão sistêmica-holística para um desenvolvimento comunicativo integral.

Continuamos com uma palestra verde com Juliana Gatti, ressaltando a importância das árvores e do quanto somos ingratos a elas. Sim, no final do dia, eu abracei uma árvore!

Paulo Adário falou do desmatamento da Amazônia. deu-nos uma boa e uma má notícia… o desmatamento está diminuindo, mas não suas causas… então é preciso continuar a luta constante até o desmatamento ZERO.

Clique na foto e assine a petição.

Clique na foto e assine a petição.

Então passaram um TED Talk incrível sobre gratidão. O que mais me chamou a atenção foi a compartimentação da expressão “Oh, Meu Deus!”.

Finalizamos o dia com Felipe Freitas nos fazendo chorar ao lembrar a todos que somos uma coisa só. E me fez pensar… será que somos apenas uns microbiozinhos de um mundo infinitamente maior??? A palestra terminou com a gente (eu, palestrante e outros participantes) cheio de lágrimas nos olhos, contudo, com um sorriso enorme no rosto e um abraço coletivo delicioso.

Depois fui até entrevistada!! Pela querida Luana Lila, do site Planeta Sustentável. Ela também estava me procurando por lá, para me entrevistar. Oh, que emoção!!

Eu não queria que acabasse, apesar do cansaço, da falta de maquiagem pelas lágrimas que lavaram o meu rosto, do pezinho sofrido dentro da sapatilha e da necessidade de um banho urgente. Não queria que acabasse, pois encontrei iguais, gente falante, sorridente e que adora contar histórias.

Eu não queria que acabasse… e continuou!

Fomos todos à Praça do Carmo confraternizar o dia maravilhoso que tivemos. Lá, conhecemos o Bruno Passos, o palhacinho-doutor; o Hugo Mercês, advogado; e a Bia Dias, a protetora das tartarugas marinhas.

De fato, o TEDx não acabou. Ficaram os amigos, o aprendizado e aquele “bichinho da inquietação” mandando a gente fazer mais alguma coisa por nós e pelo nosso futuro comum.

Um pensamento sobre “O Meu dia no TEDx Ver-o-Peso

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s