A Re-educação Nutricional

Há seis meses eu fiz minha primeira consulta com a nutricionista e ela me avisou logo: você tem um ano para chegar no seu objetivo. Daqui a um mês você volta e a gente vai adequar a tua dieta.

É isso. Foi muito difícil no começo. Eu realmente passava fome, reclamava o tempo todo. Depois de três dias, meu organismo se acostumou. Nem era uma dieta tão restritiva já que eu faço exercícios regularmente, mas eu que estava acostumada a comer pão de manhã e à noite, senti um tanto.

Colher de CerealQuatro meses depois, com a diminuição progressiva dos meus exercícios (estava só com a musculação, sem dança, sem mais nada). Voltei mais magra na consulta (Com uma nutricionista você tem metas. Se você tem metas, com que cara você vai chegar se não atingiu no prazo que ela estipulou? Mais um estímulo para ir à nutricionista e não faltar aos retornos!). Consegui perder UM QUILO. Nossa, mas um quilo na balança foi muito, já que ganhei massa magra e perdi muita massa gorda.

Ela restringiu ainda mais as minhas calorias e passei a comer cereal com frutas de manhã. Café da manhã levinho, porém com todos os nutrientes necessários para passar o dia bem.

Também percebi que depois do almoço eu não ficava mais morrendo de vontade de dormir, morgaaaada, como falamos em Belém. Fico bem disposta porque não encho o meu prato de carboidratos sem valor nutritivo como macarrão e arroz. Meus carboidratos vem da saladinha e da batata (ou cenoura ou beterraba). E a colher de sopa de azeite tem que estar presente todos os dias. Sobremesa? Fruta! Ou suco de fruta NATURAL. 

O meu lanche da tarde deveria ser um iogurte, mas eu escolhi alterar e tomar um café com leite que me sustenta pra malhar e me dá ânimo depois do expediente. Daí eu malho, gasto minhas calorias e volto pra casa para tomar a minha proteína isolada e o meu sanduíche de queijo.

Antes de dormir, aí sim, eu tomo um iogurte. E pronto. Fico bem disposta o dia todo, não me sinto pesada em nenhum momento, meu intestino funciona muito bem, obrigada e a cada dia que passa fico mais magra.

Antes eu fazia dieta restritiva “na doida”, emagrecia em um curto período de tempo e depois que voltava a comer, engordava tudo de novo.  Resultado? Efeito sanfona, flacidez, estrias e autoestima zero! Agora que estou há seis meses com um novo hábito alimentar, acho difícil voltar a comer tudo o que comia antes. É claro que uma vez por semana eu me permito. Mas, sinceramente, nem toda semana eu faço o meu “cheat day” ou “dia do lixo”. Na verdade, comendo consciente, não sinto mais tanto prazer de comer comidas gordurosas como antes, porque já penso que vai atrasar o meu resultado.

A re-educação alimentar é isso… um projeto passo-a-passo, que a gente vai mudando devagar, adaptando-se à nova rotina e em um ano… um corpo novo e um cardápio novo também!! A vida muda!

O que eu recomendo? Visite já uma boa nutricionista e VIVA LEVE!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s